A obra de Rodrigo Vargas é largamente dedicada à fotografia de rua, “algo que tem vindo a ocupar cada vez mais espaço na minha vida e aquilo a que mais me dedico sempre que posso”.
“Actualmente procuro fotografias com bastantes elementos, que não sejam tão imediatas, cheias de cor, jogos fortes de luz e sombra e reflexos com grande influência de fotógrafos como Alex Webb e Harry Gruyaert.”