Começa a fotografar em 2010 como autodidata, essencialmente com máquinas antigas de médio formato e com rolos 120. Em 2017 foi vencedor da categoria Natureza Morta no festival de fotografia Xposure, nos Emirados Árabes Unidos.
Desde então, tem vencido alguns concursos a nível nacional e internacional como o Sony Awards em 2018 – Prémio Portugal National Award; Prémio de Fotógrafo Concetual no site Hotshoe e, já neste ano, novamente o Sony Awards com o Prémio Portugal National Award, ficando em segundo lugar na categoria Natureza Morta.
Com publicações em sites internacionais de fotografia vai, em 2021, ser orador num dos maiores festivais de fotografia do médio-oriente.